sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

DECADÊNCIA, ESSE É O NOME DO FUTEBOL EM ITABUNA.

TENHO QUARENTA E TRÊS ANOS DE IDADE, NUNCA DENTRO DE NO MINÍMO TRINTA ANOS DE MINHA VIDA, INDENTIFIQUEI UM POLÍTICO EM NOSSA CIDADE QUE TIVESSE OLHOS VOLTADOS PARA O ESPORTE, NESSA MINHA JORNADA VIVENDO O ESPORTE TANTO AMADOR QUANTO PROFISSIONAL, PRESENCIEI, UM DESTRUINDO A PRINCIPAL PRAÇA ESPORTIVA, A CASA DO FUTEBOL AMADOR, A VELHA DESPORTIVA ITABUNENSE, COMO CARINHOSAMENTE É RELEMBRADA POR ORFÃOS DELA, EM NOME DA CULTURA ELA SE FOI. RECORDADA POR RADIALISTAS, JORNALISTAS, EX-JOGADORES, ESPECTADORES, AMANTES E TESTEMUNHAS DO QUE AQUELA CASA REPRESENTOU E REPRESENTA EM NOSSAS MEMÓRIAS. HOJE A FALTA QUE A CASA PRÓPRIA DO FUTEBOL AMADOR FAZ É IMENSA, POIS PARA REVIGORAR E SAIR DESSE ESTADO DE FALÊNCIA, ONDE SE ENCONTRA, ONDE A DECADÊNCIA DOS JOVENS DESSA CIDADE POR FALTA DE OPORTUNIDADE ATRAVES DO FUTEBOL É ENORME. CIDADE QUE AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS É DE JOVENS SE MATANDO POR CAUSA DE UM CRAQUE QUE NÃO MAIS AQUELES CRAQUES QUE NOS ENCHE DE ORGULHO, E SIM, CRAQUE DESTRUIDOR, CRAQUE QUE SE ALOJOU NA BRECHAS DEIXADOS PELOS DES-GOVERNOS QUE SÓ SE PREOCUPAM COM PÓLO-INDUSTRIAL, PÓLI-COMERCIAL, PÓLO-EDUCACIONAL, PÓLO-DE SAÚDE, ESQUECENDO QUE A GRANDE MASSA NÃO CONSEGUE CHEGAR A TAIS PÓLOS, PORQUE SÃO EXCLUIDOS DOS CAMINHOS E DAS POSSIBILIDADES DE OS ALCANÇAREM, FORAM ENTERRADOS POR UM SISTEMA BRUTO E INDIVIDUALISTA, ONDE SÓ BENEFICIOU UMA PEQUENA PARCELA DA POPULAÇÃO. PASMEM ISSO NÃO É TUDO, VEIO UM GOVERNO DE OBRAS FARAÔNICAS, CONTRUINDO UM MEGA COMPLEXO ESPORTIVO, A CIDADE SE RENDEU, MAS AO LONGO DO TEMPO VIU-SE QUE ESSA EDIFICAÇÃO FOI MAIS PARA SE BENEFICIAR COM O VALOR DA OBRA DO QUE EM CONSTRUIR UMA PRAÇA ESPORTIVA PARA O INCENTIVO AOS JOVENS PRATICAREM ESPORTES, O ELEFANTE BRANCO ESTAR PRONTO, CADÊ OS EVENTOS ESPORTIVOS, CADÊ AS ESCOLAS MUNICIPAIS COM PROJETOS ESPORTIVOS EM TURNOS ALTERNADOS PARA SEGURAR ESSA MOÇADA PRATICANDO ESPORTES, AO INVÉS DE ESTAREM SE ESPONDO AOS CRAQUES DAS ESQUINAS. ME VEIO OUTRO GOVERNO COM UM TAL DE INTER-BAIRROS, COM SENTIDO DE APENAS ARMONIZAR OS BAIRROS, O INTUITO NÃO ERA ESPORTIVO, MAS SIM DE MOVIMENTAR OS BAIRROS GERAR MOVIMENTAÇÃO E INTERLOCUÇÃO ENTRE OS BAIRROS, NUNCA FOI OBSERVAR SE NO MEIO DE UM DAQUELES JOGADORES, POIS NÃO TINHA ATLETAS, APENAS BOLEIROS, MUITOS JÁ SEM FUTURA DE SEGUIR CARREIRA, O INTUITO DA MAIORIA ERA A BARCA, A CACHAÇADA DEPOIS DOS ENCONTROS ENTRE BAIRROS. É TRISTE E ME DESPEÇO SABENDO QUE NÃO VEJO ESPECTATIVAS DE DIAS MELHORES TÃO CEDO.