Postagens mais visitadas

quarta-feira, 13 de maio de 2009

CLICK E ASSISTA: UM CORINTHIANS X FLUMINENSE INESQUECIVEL - 1984

PAPO DE BOLA, SUA FOLHA SEMANAL DE ESPORTES ON-LINE
Há 25 anos, Fluminense derrotava o Corinthians em partida memorável
Carlos Alberto Parreira, técnico do time em 1984, lembra como foi a classificação tricolor para a final do Campeonato Brasileiro. O dia 13 de maio está marcado para sempre na história do Fluminense. Nesta data no ano de 1984, o time, comandando por Carlos Alberto Parreira, derrotou o Corinthians, por 2 a 0, no Morumbi, pela semifinal do Campeonato Brasileiro, competição cujo título conquistaria pouco tempo depois. Exatos 25 anos mais tarde, o mesmo Fluminense, dirigido pelo mesmo Parreira, enfrentará o mesmo Corinthians em um dia 13 de maio. A partida é válida pelas quartas de final da Copa do Brasil e marcará também o confronto entre dois grandes atacantes: o tricolor Fred e o corintiano Ronaldo.
Os confrontos entre Corinthians e Fluminense na futpédia Parreira, hoje mais experiente e com um título de Copa do Mundo no currículo, lembra muito bem daquela partida, que para ele foi uma atuação perfeita de seus comandados. - Este jogo foi um dos melhores momentos que tive na minha carreira de treinador. Jogamos com uma autoridade enorme. Foi uma partida perfeita, sem erros. Não nos intimidamos com os cerca de 120 mil corintianos no estádio. Não vou entrar em detalhes, mas me lembro de todos eles. Nós fizemos uma partida impecável. Os cronistas da época disseram que o jogo foi taticamente perfeito e que deveria ser feito um vídeo para ser mandado para as escolas de educação física, que formavam profissionais para o futebol.
Memória E.C: os detalhes da história do futebol
Ainda de acordo com o treinador tricolor, a única semelhança entre as duas partidas é o favoritismo do Corinthians. - O Corinthians era dado como grande favorito para o jogo. Talvez esta seja a única semelhança com a partida desta quarta-feira, pela Copa do Brasil. O adversário está com jogadores diferentes, um técnico diferente e o futebol também mudou muito de lá para cá. Isso já virou história e faz parte do passado.