Postagens mais visitadas

sábado, 2 de outubro de 2010

NEM PRECISA DE MÃE DINÁ

PAPO DE BOLA
O futebol itabunense pode viver mais uma grande decepção no cenário esportivo da Bahia. É que a diretoria da LIF – Liga Itabunense de Futebol, está pensando seriamente em desistir de seguir com a Seleção de Itabuna no Campeonato Intermunicipal de 2010. O presidente Élson Ramos, o vice-presidente Ubaldino Souza (Zu), juntamente com toda diretoria, vêm reclamando constantemente da falta de recursos financeiros para continuar disputando a competição.
Jogadores e comissão técnica estão com seus salários atrasados e por este motivo, a própria diretoria da LIF, está disposta a não seguir “capengando” sem encontrar uma solução. O técnico Clodoaldo não recebe salário há dois meses. Da mesma forma estão os demais membros que fazem parte da comissão técnica, que já não agüentam mais tantas promessas.
A diretoria alega que a última parcela –das quatro prometidas pela Prefeitura de Itabuna, no valor de R$ 12.500,00 ainda não foi depositada e se o dinheiro não estiver na conta até o dia 08 de outubro, sairá do campeonato, ou seja, a Seleção Itabunense deixará de ir a campo, no jogo de volta contra Belmonte, no estádio Luiz Viana Filho, caracterizando o W0,
O Futebol de Itabuna vem deixando a desejar nas competições promovidas pela FBF – Federação Bahiana de Futebol a começar pelo Grapiuna Atlético Clube, que tem na presidência Jose Inácio Damasceno, e que em um dos Campeonato Baianos da 2ª Divisão, resolveu abandoná-lo, alegando a falta de apoio financeiro. Depois foi a vez do Itabuna Esporte Clube, que “despencou” nas tabelas e caiu para a 2ª Divisão do ano de 2011.

NOTA DO PAPO DE BOLA:
Na verdade tudo que continua acontecendo com a LIF nada mais é que a incompetência administrativa que transformou essa entidade em um mendigo do futebol itabunense, o modelo arcaico mantido por essas pessoas arcaicas que se deslumbram apenas por serem dirigentes da LIF e pregando em todos os cantos serem honestos. Honestidade é uma obrigação do cidadão, mas o que as pessoas têm que ter mesmo é criatividade, é argumentos para levar os apoios necessários à entidade, mas a resposta está ai, os traidores se engolem e morrem sós.