segunda-feira, 26 de maio de 2008

Felipe sofreu com racismo em Natal

PAPO DE BOLA, SUA FOLHA SEMANAL DE ESPORTES ON-LINE
Goleiro foi provocado por torcedor do ABC depois da vitória por 1 a 0, no Frasqueirão. Em 2005, no Vitória, camisa 1 já tinha sofrido com isso
O goleiro Felipe foi vítima de um ato de racismo por parte de um torcedor do ABC, no último sábado, após a vitória do Corinthians por 1 a 0, pela Série B. Após a partida, depois de tomar banho, o camisa 1 voltou ao gramado para acompanhar os colegas que não entraram em campo e treinavam fisicamente. Foi neste momento que um torcedor do time de Natal começou a chamar Felipe de “macaco” e a mandá-lo “comer bananas”. O goleiro ignorou o fato, preferiu não pedir para ser relatado na súmula e apenas nesta segunda-feira, na reapresentação da equipe no Parque São Jorge, comentou o ocorrido. - Isso é a mesma coisa que bater em ponta de faca. Enquanto não tiver uma punição severa isso vai continuar. É claro que deixa a gente um pouco chateado, mas tem que tentar esquecer. Não foi a primeira nem a última vez que isso vai acontecer – declara o goleiro da equipe alvinegra. Em 2005, Felipe tinha protagonizado um caso de racismo ainda mais grave que esse do último sábado. Ainda pelo Vitória, o goleiro foi ofendido pelo então presidente do clube baiano Paulo Carneiro com várias frases de cunho racista. - Isso já tinha acontecido comigo antes e o cara ainda está solto. Isso está virando uma coisa normal. Isso é Brasil – finaliza Felipe.