Postagens mais visitadas

segunda-feira, 26 de maio de 2008

FLUMINENSE

PAPO DE BOLA, SUA FOLHA SEMANAL DE ESPORTES ON-LINE
Em Buenos Aires, esquecer o São Paulo é uma obrigação
Comissão técnica lembra que euforia pela vitória da última quarta-feira é passado para o time na Taça Libertadores
A vitória sobre o São Paulo nas quartas-de-final da Libertadores foi bonita, épica e emocionante. Todos esses adjetivos cabem muito bem para classificá-la, mas existe um que está banido do dicionário tricolor: inesquecível. O torcedor pode – e certamente vai – se lembrar para sempre daquela vitória, mas a ordem dada pelo preparador Fábio Mahseredjian, um dos xerifões da comissão técnica do Fluminense é esquecer aquela partida. - Desde sábado que tenho falado isso com eles. Ganhamos? Sim. Foi bonito? Foi. Mas já passou. Temos outra parada duríssima pela frente e precisamos estar totalmente concentrados para conseguir a classificação – diz Mahseredjian. O técnico Renato Gaúcho ratificou a idéia do preparador físico, que em toda preleção costuma motivar os jogadores com palavras de incentivo. - Estamos fazendo história. Cada jogo que passa é o mais importante da história do Fluminense, da minha como treinador e de cada jogador. E para fazer história é preciso empenho, luta e dedicação.