Postagens mais visitadas

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Da Redação - do Portal do Futebol - Rafael Sena

PAPO DE BOLA, SUA FOLHA SEMANAL DE ESPORTES ON-LINE
'Finalistas' do Baiano focados nas três séries do nacional
Em nenhum outro estadual do Brasil quatro equipes chegaram à última rodada da competição com chances reais de faturar o título como o Baiano de 2008. As 'finais' foram, sem dúvida, o desenho fiel do equílibro entre equipes, acompanhado de supresas que ameaçaram a hegemonia da dupla BaVi.A começar pelos times de Vitória da Conquista e Itabuna, que classificaram-se para o quadrangular decisivo. O Bode, com um futebol redondo e uma campanha acima da média durante todo o campeonato era o favorito ao título até o último jogo. A goleada sofrida ante o Bahia tirou as esperanças de Rafael, Tatu e Cia. Contudo, alguns jogadores do time Alviverde não passaram desapercebidos a saga de empresários e cartolas, que começam a contratá-los. O Bode tem pela frente a série C, que começa em julho.
O Itabuna titubeou durante as primeiras rodadas do estadual, ora entre os últimos colocados, ora na zona intermediária. Mas foi sob o comando do experiente Ferreira, a partir da segunda metade do campeonato, é que a equipe deslanchou de vez e conseguiu uma das vagas. Chegou a vencer a dupla BaVi. Entretanto, os gols de Juca levaram o Azulino somente ao quarto lugar, porém suficiente para disputar a série C no segundo semestre. A diretoria promete brigar pelo acesso.Embora vice-campeão, os números confirmaram a superioridade do Bahia no Campeonato Baiano, que escapou-lhes aos dedos por causa de um gol. Fruto de um setor ofensivo precário. Mas o maior número de vitórias e pontos corridos mostraram uma campanha regular para um equipe sem estádio. Tudo isso oferta expectativas ao torcedor tricolor quanto à Série B. No entanto, o time do técnico Comelli carece de reforços, principalmente no ataque, se quiser chegar à elite do futebol e dar alegrias à nação tricolor. Na primeira partida, 1 a 1 diante do Fortaleza, em Feira de Santana.O Vitória vai mesmo precisar do ataque campeão baiano para manter-se na série A do Campeonato Brasileiro, tamanha é a deficiência no setor defensivo. O título do estadual veio, sobretudo com o sabor a mais de ter desbancado o rival Bahia, vencendo apenas um clássico BaVi e perdendo outros três. Atenta, a torcida rubro-negra comemorou, mas optou pela preocupação quanto ao nível da equipe para a competição nacional. O sentimento procede. Na estréia, no Barradão, o Vitória perdeu de 2 a 0 para o Cruzeiro. A diretoria do clube, porém, não pára de anunciar reforços para não passar pela mesma ansiedade do estadual. Só que às avessas.